Trabalho de pesquisador do FoRC ganha prêmio internacional

Pôster sobre diversidade genética e resistência antimicrobiana de Salmonella spp, isolada de abatedouros de frangos no Brasil, foi o melhor entre 461 trabalhos apresentados em congresso.

O doutorando Daniel Monte, do Programa de Pós-Graduação em Ciência dos Alimentos da Universidade de São Paulo (USP) e vinculado ao Centro de Pesquisa em Alimentos (Food Research Center – FoRC), ganhou o prêmio de melhor trabalho apresentado por um jovem pesquisador (developing scientist) na forma de pôster no FoodMicro 2018, importante congresso internacional da área de microbiologia de alimentos, realizado entre 3 e 6 de setembro, em Berlim, Alemanha.

Ele apresentou o pôster “The Changing Edipemology of Salmonella enterica: Distribution of Serotypes Among 2000 to 2016 in Brazil”, resultado de seu doutorado. Ele é orientado pela professora Mariza Landgraf, da Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF/USP), também integrante do FoRC, com o suporte da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). Parte de sua pesquisa foi desenvolvida na North Caroline State University (NCSU), EUA, no laboratório da Dra. Paula Fedorka-Cray.

Seu projeto de doutorado estudou diversidade genética, genes de virulência e resistência antimicrobiana da Salmonella spp isolada de abatedouros de frangos no Brasil. O sequenciamento do genoma de todas as cepas isoladas confirmou o predomínio da Salmonella Heidelberg sobre os demais sorotipos encontrados nas aves do Brasil, ao contrário do que ocorre nos Estados Unidos. Outro resultado importante e preocupante é que 100% delas apresentaram resistência aos antibióticos testados, demostrando a importância do estudo para a saúde pública e a necessidade do desenvolvimento de novas estratégias para a mitigação desse patógeno nos abatedouros.

O FoodMicro é um evento bianual organizado pela International Commission on Food Microbiology and Hygiene (ICFMH), sempre em algum

país da Europa. Em 2018, foram submetidos 530 resumos, sendo aceitos 461. Uma comissão de especialistas da ICFMH selecionou os cinco melhores e os finalistas foram avaliados durante o FoodMicro 2018. Os três primeiros colocados foram anunciados na sessão de encerramento do Congresso. O primeiro ganhou um prêmio no valor de 500 euros e um certificado.

Daniel Monte já recebeu vários outros prêmios. Há dois anos, no FoodMicro 2016, realizado em Dublin, na Irlanda, foi contemplado com o terceiro lugar no prêmio jovem pesquisador, e em 2018, recebeu o prêmio Student Travel Award, da International Association for Food Protection (IAFP), que custeou sua participação no congresso IAFP Annual Meeting 2018, realizado em Salt Lake City, Utah, EUA.

Sobre o FoRC – Criado em 2013, o FoRC é um dos Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepids) apoiados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). Reúne equipes multidisciplinares de diferentes instituições de pesquisa do Estado de São Paulo: USP, UNICAMP, UNESP, Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL) e Instituto Mauá de Tecnologia (IMT). Suas linhas de pesquisa estão estruturadas em quatro pilares: Carboidratos, Alimentos e Saúde; Biodiversidade Alimentar, Compostos Bioativos e Saúde; Micróbios nos Alimentos: riscos e benefícios; e Tabela Brasileira de Composição Alimentar. Além de realizar pesquisas e promover a transferência de tecnologias e novos conhecimentos para a sociedade, o FoRC também realiza atividade de difusão do conhecimento científico.

***************************

ATENDIMENTO À IMPRENSA

Acadêmica Agência de Comunicação(11) 5549-1863 / 5081-5237

Angela Trabbold – (11) 99912-8331 angela@academica.jor.br

Karina Ninni – (11) 99292-3582  karina@academica.jor.br